USO DE TINTAS E GLITTER NO CARNAVAL DEVE SER CUIDADOSO

Além de festa e folia, o Carnaval é sinônimo de muitas cores e brilhos, não apenas na fantasia, mas com o uso de maquiagens, tintas, glitter e sprays. Para que a chegada da quarta-feira de cinzas não seja sinônimo de pesadelo, é fundamental tomar alguns cuidados que vão desde a escolha dos produtos até a forma de limpar a pele depois da festa. Isso evita sérios problemas, como alergias, dermatites e, em alguns casos, queimaduras.

Médica dermatologista, Letícia Bortolini explica que um dos primeiros cuidados a serem adotados pelos foliões é o uso de materiais que sejam apropriados para a pele. “A primeira coisa a ser descartada é justamente o uso destas tintas, como tinta guache e pincel atômico, por exemplo. O correto é sempre empregar materiais dermatologicamente testados e aprovados”.

No caso dos sprays para cabelo, testar a tinta em uma pequena área do corpo antes de finalizar a aplicação ajuda a prevenir problemas. “Já o glitter recomendado é aquele específico para maquiagem. Além disso, usar maquiagens como cola minimiza eventuais irritações”, ressalta Letícia Bortolini, que pontua também ser fundamental observar o prazo de validade de produtos, principalmente aqueles que foram comprados em outros carnavais.

Sem os cuidados apropriados, salienta a dermatologista, é grande o risco de problemas de pele, como alergias e dermatites. “E o ideal, logo depois da festa, é limpar a pele e tomar cuidado com a forma de remoção, porque você acaba esfregando mais algumas partes para tirar o produto, irritando a pele”, pontua Letícia Bortolini.

Henna – Outra coisa bastante comum, tanto no verão quanto no carnaval, é a aplicação de tatuagens de henna, procuradas sobretudo nas praias. O grande problema, revela Letícia Bortolini, é que o contato do produto com o sol pode causar até queimaduras. “Já tratei de um jovem que fez a tatuagem de henna e, com o sol, acabou com uma grande queimadura”.

Com todos estes cuidados, aliados ao básico, que é o uso de protetor solar e proteção mecânica, como chapéus e manter-se hidratado, o que fará da folia deste ano algo positivamente inesquecível.