CUIDADOS COM A PELE DEVEM SER REDOBRADOS NO INVERNO

Cuiabá pode até não ser muito conhecida por invernos rigorosos, mas a questão é que mudanças de temperatura – mesmos que breves – costumam afetar a pele do rosto e do corpo com o ressecamento. Isto, por conta da umidade do ar ficar mais baixa nessa estação, o que faz com que a pele evapore sua água para o ambiente – deixando-a mais seca, áspera e opaca. Logo, cuidados com a pele se tornam essenciais no inverno.

A médica dermatologista Letícia Bortolini destaca que certas dicas são cruciais para driblar possíveis agressões à pele durante a estação. “O nosso frio é rápido e logo vai embora. Mas, nessa época, é muito comum que mais pessoas acabem viajando para locais gelados. E a nossa pele sofre muito por conta da perda de água e de lipídios em climas mais frescos e secos. Seguir algumas recomendações pode ajudar a manter a pele macia, bonita e saudável”, pondera.

De acordo com Letícia Bortolini, alguns hábitos podem ser inseridos na sua rotina de beauté no inverno. “Evite banhos mais quentes, pois eles ressacam a pele do corpo todo. Sim, pele seca envelhece mais rápido. E as mãos sofrem mais ainda porque as lavamos com frequência e elas ficam sujeitas ao vento. Então, dá-lhe hidrante e luvas nelas. Lembre-se de proteger e hidratar os lábios, que ficam sempre expostos ao vento e ao sol”, comenta.

A médica dermatologista complementa que a hidratação, de fato, torna-se uma palavra-chave na estação. “Além de cremes mais densos, específicos para pele sensibilizada e ressacada, precisamos lembrar de ingerir muita água. O frio nos tira a sede, o que redobra a atenção nesse período. A propósito, o uso de aquecedores nos hotéis também contribui para ressecar ainda mais o ar, o que piora o estado de hidratação da pele”, pondera.

Se você já possui a pele seca – não importa a estação –, o inverno costuma piorar o nível de hidratação. “Ventos literalmente levam embora a umidade da pele, pois o clima geralmente é seco. Sem contar que o frio torna a pele mais sensível e sujeita ao surgimento de alergias. Inclusive, alergias das roupas sintéticas ou de lã, que são as mais usadas nessa época”, sinaliza.

As baixas temperaturas também exigem medidas de proteções que vão muito além dos cuidados com a pele. “Caso tenha viajado para algum lugar com neve, lembre-se de usar óculos escuros para proteger os olhos. Até porque a neve reflete a radiação solar. Fora isso, aproveite para curtir muito o clima frio, que é tão diferente do que estamos acostumados em Mato Grosso”, aconselha a médica dermatologista.